Botafogo: será que hoje vai?

O Botafogo faz hoje mais um jogo pelo Cariocão 2012. Será sua quinta partida e acredito que seja a hora do time começar a mostrar trabalho. Até agora, temos apenas uma vitória e três empates. Apesar disso, o técnico vê evolução, no que é acompanhado pela crítica especializada.

Minha percepção tem sido bem menos positiva. O que observo é um time que mudou de técnico, mas não mudou sua forma de jogar. Em síntese, sofre dos mesmos problemas que levaram, em 2011, o Botafogo sair da briga pelo título e amargar uma posição intermediária no Brasileirão. Com exceção do goleiro, que tem pontos fracos, como as saídas do gol, mas está acima da média, o time tem problemas em todos os setores. Os zagueiros não são mais do que razoáveis, os laterais são sofríveis, o meio-campo é inoperante na criação de jogadas (sou a favor da campanha “Maicosuel e Elkesson… banco já!!!”) e o ataque… bom, o ataque joga no modelo de futebol da década de 90, com um homem parado e o outro correndo por dois, com a diferença que não falo de Bebeto e Romário, mas de Herrera e Sebástian Abreu.

Sim, sei que Abreu é carismático, tem personalidade forte, liderança… sei de tudo isso. Agora, o futebol atual não permite mais que um time “perca” um jogador, para que ele fique paradão lá na frente, no misto de esperança e expectativa, esperando que a bola vá chegar a ele. Se Abreu fosse o já citado Baixinho, mas nem esse talento ele tem. Abreu, em geral, não consegue fazer nada de útil com a bola nos pés. Além disso, ele não dá o devido combate na saída de bola do adversário. Como se isso tudo já não fosse suficiente, nem com a cabeça ele tem acertado alguma coisa.

Enfim, pode ser que uma vitória categórica hoje mude minhas impressões iniciais. Sim, tem que ser categórica. Não pode o Botafogo sofrer para vencer o Olaria, clube que se transformou, pelo que dizem, em refúgio daqueles que não têm mais lugar em São Januário. Torço muito pelo Oswaldo de Oliveira e por seu trabalho. Torço muito pelo meu Botafogo. Porém, creio que o trabalho do nosso treinador terá que ser quase mágico (e a gente mandou o Harry Potter embora), para transformar em vencedor um time física e psicologicamente instável.

Torço muito pela vitória, mas se ela não vier…

Wilmar Vianna

fevereiro 8th, 2012 by Wilmar Vianna | Sem Comentários »

Vasco: o líder 100% do Grupo B da Taça GB e único grande nas semifinais

Desculpem-me o atraso desta postagem sobre a rodada do último domingo, pois estava ausente e não pude relatar sobre a atuação do Vasco pela 4ª rodada da Taça Guanabara.

Mais uma tarde de calor intenso no Rio de Janeiro e o Vasco faz a sua estreia oficial em um São Januário remodelado. Pinturas novas nas arquibancadas, troca do alambrado por uma parede de vidro temperado com a mesma altura do antigo alambrado, novas poltronas na área vip e novas cadeiras na parte social. A única coisa que não ficou pronta foi o placar eletrônico, que deverá ser substituído em breve por um de LED e de última geração. Por enquanto a diretoria optou por um placar retrô daqueles de madeira onde se lia “Vasco X Visitante” com a cruz-de-malta logo abaixo e tinha uma pessoa ali na hora de tirar o zero do primeiro que fizesse o gol. Felizmente foi o Vasco.

O jogo foi um pouco tenso, talvez devido ao forte calor e as duas equipes se pouparam ao máximo. O Vasco procurava jogar pelo lado esquerdo onde era a sombra e pudemos observar melhor o lateral-esquerdo Thiago Feltri, que novamente fez uma boa atuação. É um jogador que sabe apoiar, é veloz e tem facilidade de chegar ao fundo; não é tão driblador como Felipe nos tempos de 97 e 98, mas fez bem o seu feijão com arroz. O Friburguense saía nos contra-ataques com o veterano Ziquinha. O goleiro reserva Alessandro fazia sua segunda partida oficial pelo Vasco e se mostrou muito seguro ao defender uma cabeçada na metade do 1º tempo. Quando tudo parecia transcorrer para um empate monótono no intervalo, eis que Juninho Pernambucano cobra um escanteio pela direita com precisão na cabeça de Diego Souza abrir o placar para o Vasco e sair para o intervalo com vantagem. Era o gol do alívio e também para homenagear a filha recém-nascida.

Ciente de que o Vasco precisava melhorar no seu aspecto técnico e tático, o técnico interino Cristóvão Borges sacou Fellipe Bastos, que mais uma vez não agradou à torcida presente, errando passes demais e Allan, contundido. Entraram Eduardo Costa e Felipe Maestro, respectivamente. Enfim, o toque de qualidade se fez mais presente no jogo e o Vasco subiu muito de produção. Os dois veteranos apoiadores jogaram juntos boa parte do 2º tempo até que Juninho Pernambucano foi substituído aos 36 minutos do 2º tempo por Bernardo.

O segundo gol veio em boa hora. Aos 15 minutos do 2º tempo, Juninho-PE, mais uma vez, foi fundamental para um gol do Vasco. Ele fez um lançamento primoroso para Diego Souza livre na área colocar mansamente no canto esquerdo do goleiro Marcos. Era o 2º gol do Vasco e que dava tranquilidade para tocar a bola no seu campo, sem deixar o time adversário se criar. De fato o Friburguense não fez mais nada no jogo e se entregou tamanha a superioridade técnica dos vascaínos. Alecsandro ainda iria perder várias oportunidades, mas não jogou mal não. Participou ativamente do jogo com tabelas, assistências e às vezes entrando em impedimento. O Vasco segue tranquilo na liderança da Taça Guanabara com 100% de aproveitamento com 4 vitórias em 4 jogos. Ainda contou com os tropeços do principal rival do grupo, o Fluminense, que está com 7. O vice-líder é o Volta Redonda, que está com 8. Se o Vasco ganhar do Fluminense domingo que vem estará classifdicado para as semifinais da Taça Guanabara. Domingo é justamente o clássico com o Fluminense.

fevereiro 8th, 2012 by Benicio Jose | Sem Comentários »

Campeonato Carioca 2012- Flamengo 0 x 0 Botafogo- Papai Joel vai ter muito trabalho

Sai técnico entra técnico, o Flamengo continua com o mesmo problema: NÃO TEM MEIO CAMPO! Ontem isso ficou bem claro. Como pode o Flamengo ficar mais de vinte minutos sem passar do meio campo, e o pior contra o modesto Botafogo? Que todo time medíocre corre em dobro contra nós é fato. Mas ficar acuado como aconteceu ontem, foi ridículo.

O Botafogo entrou com 5 homens no meio, deixando o Loco sozinho lá na frente. Como o jogo aéreo não estava fluindo, estavam tocando bem a bola, o que matou o Loco e nos favoreceu. A nossa sorte é que o tal Mago (Maicosuel) não jogou absolutamente nada, e o ataque parou nos seus pés. Ontem, não tinha técnico, mas o coitado que estava lá fazendo figuração ficou olhando aquele domínio sem fazer nada. Foram os próprios jogadores que se conscientizaram do problema e conseguiram igualar o jogo no meio.

Depois de 25 minutos de sufoco, conseguimos chegar na área alvinegra e quase que o Botinelli fez o seu de cabeça. Para vocês verem como a coisa estava ruim, até aquela desgraça do Marcio Azevedo estava jogando bem. No segundo tempo, o Flamengo começou melhor, e conseguiu dar uma travada nos coitados. O jogo estava igual, até o ANIMAL, IMBECIL fazer a sua cagada e estragar o que estava ruim. Até quando vamos ter de aturar esse IDIOTA? O cara fez a falta (antes já tinha cometido pênalti) e não satisfeito foi reclamar com o juiz, que lhe deu amarelo. Mesmo assim, continuou debochando e foi expulso. Isso é uma atitude inadmissível, vinda de um jogador profissional que joga num time da dimensão do Flamengo.

Podem reparar: Andrezinho não vai jogar mais nada, jogou tudo ontem. Era o jogo da vida dele.

Assistam aos melhores momentos que vale a pena!

fevereiro 6th, 2012 by Iônio Freire | Sem Comentários »

Flamengo x Botafogo – Fotos exclusivas

Olá, amigos torcedores!

Temos uma novidade para vocês! O Alex Carvalho é o novo integrante do time do Blogols e sempre que ocorrer um clássico, teremos fotos exclusivas e de ótima qualidade, produzidas por um fotógrafo profissional. Neste clássico sem gols, o Blogols marcou um gol de placa!

Alex, seja bem vindo e vamos em frente!

 

[nggallery id=1]

fevereiro 5th, 2012 by Blogols | 1 Comentário »

Saiba como comprar seu ingresso para o jogo Fluminense x Arsenal (ARG)

Pontos de venda:
Sede do Fluminense – Rua Álvaro Chaves nº 41 – Laranjeiras
Engenhão – (Bilheteria Leste) – Rua Arquias Cordeiro, s/nº – Engenho de Dentro (não abre domingo)
São Januário (Bilheteria 11) – Rua São Januário – São Cristóvão (não abre domingo)
Posto de Gasolina ALE – Rua General Góis Monteiro, 195 – Botafogo
Casa Vila da Feira – Rua Haddock Lobo, 195 – Tijuca (não abre domingo)
Nação Cruzmaltina – Rua São João, 34 – Niterói (não abre domingo)

Venda pela Internet: www.futebolcard.com
Preço dos Ingressos:

Setor Sul – R$ 10,00 (dez reais)
Setor Norte (visitante) – R$ 50,00 (cinquenta reais)
Setor Oeste Superior – R$ 50,00 (cinquenta reais)
Setor Oeste Inferior – R$ 40,00 (quarenta reais)
Setor Leste Superior – R$ 50,00 (cinquenta reais)
Setor Leste Inferior – R$ 40,00 (quarenta reais)
Meia-entrada:

Seguindo determinação do Ministério Público, não serão aceitos boletos bancários como comprovação de escolaridade e compra de meia-entrada, tendo em vista a facilidade de falsificação dos mesmos. Além do momento da venda, a conferência também será feita nas entradas do estádio. Compradores de meia-entrada só terão acesso se apresentarem carteira de estudante e carteira de identidade.
Carga total de ingressos – 40.000 (quarenta mil) lugares

 

 

Como chegar:

Mapa

Metrô-trem

Comprar o bilhete de integração Metrô-Supervia na estação de embarque. O torcedor pode desembarcar do metrô na estação Central ou São Cristóvão e dirigir-se às estações de trem com os mesmos nomes. Lá, há diversas opções de trens que fazem parada na estação Engenho de Dentro. Na saída da estação, há uma passarela de acesso ao Setor Sul do estádio.

Metrô

Descer na estação Del Castilho (Linha 2) e pegar um ônibus para o estádio.

Trem

Desembarcar na estação Engenho de Dentro e seguir pela passarela em frente ao Setor Sul em direção ao estádio. A Supervia costuma programar trens extras em dias de jogos, inclusive nas partidas realizadas à noite. A concessionária sugere aos torcedores a aquisição do Cartão MultiPass, com as passagens de ida e volta antecipadas, a fim de facilitar o embarque.

Ônibus

As linhas que passam pelo estádio são as seguintes:
238, 239, 254, 255, 260, 267, 277, 284, 296, 298, 383, 391, 457, 485L, 494L, 505, 535, 544, 560, 580, 606, 623, 624, 627, 636, 638, 639, 650, 651, 652, 653, 661, 662, 663, 669, 673, 675, 676, 678, 680, 684, 687, 688, 689, 690, 696 e 729.

Estacionamento

O Engenhão possui estacionamento próprio, destinado aos torcedores. O Estacionamento Norte 1, situado na Rua das Oficinas, possui 1.500 vagas pagas à disposição do torcedor . O Norte Shopping e o Supermercado Wal Mart, próximos ao estádio, também oferecem estacionamento pago.

fevereiro 5th, 2012 by Carlos Alberto | Sem Comentários »

A bola está com o Abel, podemos confiar?

Era quarta-feira, quase todas as atenções estavam direcionadas para o jogo do “coisa ruim”, quase todas. A minha estava lá em Volta Redonda, no jogo do Fluzão contra o Boa Vista. Que decepção. Nosso time não jogou nada, e olha que estavam em campo os ditos titulares. No primeiro tempo, tudo bem, o time tabelou umas jogadas no ataque, envolveu o meio de campo, correu um pouco e Deco fez um gol. Tudo parecia ótimo, mas o problema crônico do ano passado se repete: esse time perde muitos gols. E tem Abel…

Chegou o segundo tempo e o time simplesmente morreu em campo. Passou a errar muitos passes e não conseguia acompanhar os adversários. Aí, o serelepe Abel resolve tirar Deco e colocar… Souza!!!! Depois sai o Wagner e entra o Araújo… Como assim???? Não pode ser normal… Acabou a criação do time, a bola passou a ser rifada e o Boavista ganhou terreno e, posteriormente, o jogo. Com dois gols do conhecido Somália. Que tristeza é ver Diguinho e Leandro Euzébio em campo, se eu fosse o responsável pela peneira, eles não passariam nunca!

Já estava tenso, mas aí vem o sábado, contra o Duque de Caxias, um time mulambento que acabou de ser rebaixado para a terceira divisão do Campeonato Brasileiro. Era o adversário perfeito, mas repito: temos Abel… Mas tivemos também a discreta reestreia do Thiago Neves, ainda não deu para avaliar nada, na terça tem jogo de Libertadores e aí eu foco no Thiago.

Simplesmente, não dá para perder jogos ou pontos para esses times pequenos, que mania feia que o Fluminense vem cultivando nos últimos anos, fala sério! Isso não existe! Abel, chegou a hora de tirar o Diguinho e o lento Carlinhos! O time que tem que entrar em campo na terça-feira é esse:

Cavalieri; Bruno; Anderson; Edinho; Thiago Carleto; Valencia; Deco; Wagner; Thiago Neves; Fred e Rafael Moura.

Se fizer diferente disso, você é um covarde e merece sair do comando do time!

fevereiro 5th, 2012 by Carlos Alberto | Sem Comentários »

Fluminense divulga os 25 da Libertadores

O técnico Abel Braga divulgou a lista de jogadores relacionados para a Copa Libertadores. Ficaram de fora os juniores incorporados recentemente ao elenco, o zagueiro Elivélton, o atacante Matheus Carvalho e o lateral-direito Wallace, que estão em fase de recuperação de lesões.

Os jogadores relacionados:

Goleiros

Diego Cavalieri

Ricardo Berna

Kléver

Laterais

Bruno

Carlinhos

Thiago Carleto

Zagueiros

Leandro Euzébio

Anderson

Gum

Digão

Márcio Rosário

Volantes

Edinho

Diguinho

Jean

Valencia

Meias

Deco

Thiago Neves

Souza

Wagner

Lanzini

Atacantes

Fred

Rafael Sóbis

Rafael Moura

Araújo

Wellington Nem

fevereiro 4th, 2012 by Carlos Alberto | Sem Comentários »

Agora sim, de torcedor a telespectador. Madureira 2 X 2 Botafogo – 3ª Rodada Taça Guanabara 2012 (01-02-2012)

Acima tem um vídeo com os “melhores” momentos de ontem.
Sobre o jogo de ontem não vou comentar porque não assisti, apenas ouvi pelo rádio, mas deu pra perceber que nada mudou. Elkesson mal, a zaga dando mole, Loco marcado por 300 zagueiros e geral cruzando bola pra ele, enfim, o de sempre. Fora os nossos laterais, nosso super elenco, mas isso sinceramente é o de menos. O que esta me impressionando ultimamente é a inoperância da presidência em se tratando de diretoria de futebol. Óbvio que o Mauricio Assumpção fez muita coisa boa, pelo marketing, pela filosofia do clube, agora criamos times com contratos mais longos, um ganho. Tenho que reconhecer, está ai, não cabe discussão. Porém existem outros fatores primários que estão passando despercebido.

Na formação do elenco do ano passado, tínhamos algumas deficiências, principalmente nas laterais. A zaga esta linda…Jeferson, Antônio Carlos e…e nada nem ninguém, apenas os dois. Alessandro / Lucas, nenhum dos dois bem, e Cortez / Azevedo, sendo q o primeiro foi muito bem no primeiro semestre. Saem Alessandro e Cortez. Ninguém é contratado. Tentaram o Rojas da LAU, mas o mesmo sofre de “amor”, por isso não veio. Volantes que marcam, não tínhamos e continuamos sem ter. Meias, agora temos aos montes, mas nenhum camisa 10 que seja minimamente diferente, e que resolva. Veio o Andrezinho, tá, ok. Um Elkesson que sinceramente podia ser repassado pra algum time da Ucrânia e rápido. E por fim nosso glorioso ataque com o “cone” Abreu, que tem seu valor, mas o prazo esta acabando e nenhum reserva a altura. O “menos pior”, só estreará em março. Fora isso, depois do excelente resultado contra o possante Madureira, um empate depois de conseguir a virada aos 44 do segundo tempo, bem Glorioso isso, hoje nos foi apresentado o “reforço” que fechara o aeroporto…de raiva lógico. Fellype Gabriel, que ficou conhecido quando jogou no co irmão pelo fato de “vomitar muito” enquanto jogava. Sensacional. Piadas a vista. E muitas. Espero que boas, porque merece. Mas nem so de tragédia vive o alvinegro. Podemos esperar dias melhores, lógico, eu acredito nisso, até porque, a esperança é a ultima que morre, mas não é imortal…!

Oremos por um futuro pelo menos feliz.

FICHA TÉCNICA
MADUREIRA 2 X 2 BOTAFOGO
Local: Conselheiro Galvão, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 02/02/2012, às 17h (de Brasília)
Arbitragem: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Assistentes: Wagner de Almeida Santos (RJ) e Jackson Lourenço dos Santos (RJ)
Público e renda: R$ 30.435,00 / 1.557 pagantes
Cartões amarelos: Thiago, Tamaré, Rodrigo, Diney, Pessanha e Bill (MAD); Antônio Carlos e Herrera (BOT)
Gols: Thiago, 27’/1ºT (1-0), Herrera (pênalti), 29’/2ºT (1-1), Rodrigo (contra), 38’/2ºT (1-2), Alex, 44’/2ºT (2-2)

MADUREIRA: Márcio; Tamaré, Pessanha, Thiago e Bill; Gilson, Michel (Heitor, 22’/2ºT), Rodrigo e Bruno Reis; Maciel (Caio Cézar, 38’/2ºT) e Diney (Alex, 22’/2ºT). Técnico: Luiz Cláudio.

BOTAFOGO: Jefferson; Lucas Zen (Lucas, intervalo), Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Marcelo Mattos, Renato, Maicosuel (Caio, 27’/2ºT), Andrezinho e Elkeson (Herrera, intervalo); Loco Abreu. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Francis Spike
Twitter.com/fspike

fevereiro 3rd, 2012 by Francis Spike | Sem Comentários »

Uma desgraça chamada Patricia Amorim

Quando ela se lançou candidata à presidência do Flamengo, eu falei imediatamente, essa mulher só vai fazer merda! Não deu outra! São quase três anos só fazendo merda, e sendo manipulada por dirigentes burros e interesseiros, sem contar que só ganhou a eleição, devido ao apoio da Torcida Jovem. Quando eu falei isso, vieram logo uns babaquinhas dizendo que eu era preconceituoso, e agora vão falar o quê?

Quem vê as entrevistas e declarações dessa idiota, rapidamente percebe que ela está perdida e não sabe o que fala. Para vocês verem o absurdo, ela ganhou do Delair, que havia acabado de ser HEXACAMPEÃO BRASILEIRO, substituindo o Marcio Braga, e bancando a volta do Pet, que todo mundo dentro do Flamengo não queria (gang do Kléber Leite). Durante a campanha, eu presenciei dentro do clube, integrantes da Torcida Jovem, agredindo e roubando material de campanha do Delair. Como um presidente, que tem o apoio dessa gente, pode fazer um bom mandato?

Não satisfeita com as merdas que andava fazendo, ontem ela demitiu ou mandaram ela demitir, todo o departamento de futebol, que era comandado pelo Vanderlei Luxemburgo, o que vai gerar um prejuízo para o clube de no mínimo 4 MILHÕES. Fora isso, tem a implicância da diretoria com o Deivid, só porque foi o Zico que o havia contratado. Nunca esquecendo da traição dela com o maior ídolo da torcida, para apoiar um verme, que vive à custa do Flamengo, chamado Capitão Léo (Já foi presidente da Torcida Jovem).

Fora isso tudo, ela ainda é VEREADORA (NÃO SERVE PARA PORRA NENHUMA!) cargo que conseguiu graças ao Flamengo. O Flamengo é ou não é o retrato do Brasil?

fevereiro 3rd, 2012 by Iônio Freire | Sem Comentários »

Vasco 100% na Taça GB: 3 a 1 em cima do Bangu

O clima esteve tenso nos momentos que antecediam esta partida, não pela animosidade entre as duas equipes e sim o ambiente que vive o Vasco em meio à reclamação dos jogadores com salários atrasados, direitos de imagem e premiações não pagos. O time não concentrou e evitou críticas diretas à diretoria. O Bangu vinha de duas derrotas e demitiu o ex-jogador do clube e técnico Marcão. Em seu lugar entrou Caio César, veterano das categorias de base da Seleção Brasileira e algumas vezes técnico interino do Flamengo. A FFERJ disponibilizou 10 mil ingressos, sendo que a capacidade de Moça Bonita é de 8 mil pessoas. Muita gente ficou de fora e a PM teve de agir para conter os torcedores mais exaltados; outros torcedores passaram mal devido ao forte calor que fazia em Bangu e tiveram de ser socorridos. Quando a torcida quis forçar a entrada por estar com os ingressos às mãos, a PM teve de agir fora e dentro do estádio lançando gás de pimenta, que se alastrou para dentro do campo e causou mal-estar entre vários jogadores de ambas as equipes.

Não vi boa parte do jogo mas a leitura que faço deste analisando os lances do 1º tempo, vi um Vasco mais uma vez determinado em busca da vitória, partindo pra cima, preenchendo os espaços nas laterais e meio-campo. O primeiro gol do Vasco saiu numa jogada de Diego Souza pela esquerda dentro da área, ele iria executar o drible mas foi interceptado pela mão do zagueiro Abílio. Pênalti que Alecsandro cobrou rasteirinho no canto direito do goleiro Willian: Vasco 1 a 0 aos 22 minutos do 1º tempo. E o Gigante da Colina não parou por aí, não, ele (Vasco) queria mais e 5 minutos depois o Maestro Felipe deu um passe milimétrico para o lateral Fágner ir à linha de fundo cruzar rasteiro pra pequena área, Alecsandro escorregou na hora da conclusão mas Thiago Feltri apareceu para completar e fazer o segundo gol do Vasco e seu primeiro gol com a camisa cruzmaltina. Neste gol teve uma comemoração tripla com Diego Souza, Alecsandro e Fellipe Bastos (foto) com dancinhas e o polegar na boca em homenagem à filha recém-nascida do camisa 10. O Vasco jogava tranquilo, apesar das confusões dentro e fora de campo.

Depois da parada técnica e dos efeitos nocivos do gás de pimenta, parece que quem ficou desnorteado foi o árbitro da partida, André Rodrigo Maia, que inventou um pênalti a favor do Bangu. Num lance despretencioso, o veterano atacante Tiano se jogou na área numa dividida com o lateral Thiago Feltri, o árbitro marca pênalti e ainda dá cartão amarelo para o lateral do Vasco pela suposta “infração grave”. Os jogadores do Vasco reclamaram muito mas não houve jeito. O próprio Tiano bateu e diminiu a vantagem do Vasco: 2 a 1. Bola prum lado e o estreante Alessandro, do outro. Antes do fim do 1º tempo ainda houve uma chance perdida pelo Vasco: Nílton lançou Diego Souza, que tentou encobrir o goleiro mas o zagueiro salvou o que seria o terceiro gol do Vasco.

Veio o 2º tempo já com a temperatura um pouco mais amena, os times voltaram com a mesma postura. O Vasco partindo pra cima e querendo definir logo o jogo e o Bangu tentando sair nos contra-ataques para ver se conseguiria o milagre do empate. Aos 13 minutos houve uma cobrança de falta quase na entrada da área. Normalmente quem bateria é  Juninho Pernambucano, mas ele foi poupado e não jogou. Bernardo cobrou com muita categoria e colocou a bola no ângulo esquerdo do goleiro Willian: 3 a 1 para o Vasco e do jeito que o time estava jogando, a vitória já estava sacramentada devido à tamanha superioridade técnica do time e o toque de bola envolvente e poderia ter sido até de mais gols. O ritmo do jogo caiu, é verdade, mas algumas oportunidades foram desperdiçadas como a de Alecsandro, que chutou para fora após outro perfeito passe do camisa 6 Felipe. Tiano cobrou uma falta quase da meia-lua e obrigou o reserva Alessandro a fazer sua primeira defesa difícil no jogo: ele tentou encaixar mas deu rebote e o lateral Fágner chegou a tempo antes que algum banguense chegar para fazer o gol. No mais, Alessandro teve uma estreia tranquila. A torcida, satisfeita com o que viu, agora prepara suas energias para o primeiro jogo no remodelado Estádio de São Januário em 2012 contra o Friburguense domingo às 17h. O Vasco ainda contou com a ajudinha do Boavista, que surpreendentemente, venceu o Fluminense por 2 a 1 de virada e deixou o time cruzmaltino líder do Grupo B com 9 pontos e único time com 100% de aproveitamento no Campeonato Carioca.

Saudações Vascaínas a todos!!!!!

fevereiro 3rd, 2012 by Benicio Jose | Sem Comentários »

Página 40 de 432« Primeira...102030...3839404142...5060708090...Última »