A sombra de uma dúvida – Brasileirão 2017 – Vasco 1 x 0 Avaí

O Vasco que ao mesmo tempo é um mandante quase imbatível, é o Vasco que não pontua como visitante.
O Vasco que ao mesmo tempo cansa de perder chances e não mata o jogo, é o mesmo Vasco que dá muito espaço em seu campo e abusa de “dar sorte ao azar“.

O Vasco que atua bem contra adversários fortes e faz o seu pior jogo no duelo contra o mais fraco da sequência.

O Vasco cuja torcida antes temida como 12º jogador pelos adversários, agora é o mesmo Vasco da torcida que cansa de fazer gol contra.

Vasco do Pikachu que não marca ninguém, mas é o jogador com maior número de gols (decisivo?) sob o comando de Milton Mendes.

Vasco de Jean e Gilberto, jogadores com maiores índices de desarmes no campeonato, mas que atrapalham quando estão com a bola.

O Vasco da oposição que acusa a situação e da situação que acusa a oposição.

O Vasco da torcida que se acostuma a conviver com brigas nos jogos por ser “ano de eleição”, enquanto tem esperanças de ver o time bem no campeonato.

 

Dica camarada:

1 – O Vasco de quem gosta do Fulano (e odeia o Sicrano) é o mesmo Vasco de quem gosta do Sicrano (e odeia o Fulano). O clube é um só. Colocar pessoas acima da instituição (defendendo a honra “na mão”) jamais irá ajudar quem está em campo. Muito pelo contrário, pode até atrapalhar.

2 – Seguindo com esse aproveitamento de quase 50%, o Vasco se classifica para a Libertadores da América do ano que vem. Basta lembrar que o Atlético-PR, sexto colocado do ano passado, teve 50% de aproveitamento com os 57 pontos feitos através de 17 vitórias, 6 empates e 15 derrotas.

 

VASCO-RJ 1 X 0 AVAÍ-SC
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 17 de junho de 2017 (Sábado
Horário: 19h(de Brasília)
Público: 9.966 pagantes
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Luciano Roggenbaum (PR)
Cartão Amarelo: Paulão, Evander, Nenê, Mateus Vital (Vasco); Juan(Avaí)
Gols: VASCO: Yago Pikachu, aos 19 minutos do primeiro tempo

VASCO: Martin Silva, Gilberto, Breno, Paulão e Henrique; Jean(Wellington), Douglas, Yago Pikachu(Manga Escobar) e Mateus Vital(Andrezinho); Luis Fabiano e Nenê
Técnico: Milton Mendes

AVAÍ: Maurício Kozlinski, Leandro Silva, Airton, Gustavo e Capa; Judson, Wellington Simião(Pedro Castro), Marquinhos(Lourenço)e Juan; Diego Tavares(Willians) e Romulo
Técnico: Claudinei Oliveira

 

Textos Recentes

Faça seu comentário